Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Os Amiguinhos

Blogue da turma do 4° ano da EB1 da Pegada- Guimarães- Ano Letivo 2019/2020

Os Amiguinhos

Blogue da turma do 4° ano da EB1 da Pegada- Guimarães- Ano Letivo 2019/2020

29
Nov18

Nicolinas

Paula

As Nicolinas arrancam hoje com o número que anuncia o início da festa dos estudantes.

Durante o mês de novembro, e no âmbito do projeto "Pegadas que nos aproximam", investigamos tudo o

que tinha a ver com esta atividade única no país, a festa dos estudantes do ensino secundário.

Juntam alegria, jogos e rituais e são dedicadas a S. Nicolau, um antigo bispo da Turquia, que depois foi

aproveitado para a figura do Pai Natal.

O primeiro acontecimento é a eleição da Comissão das Festas Nicolinas junto ao “Chafariz da Tradição,

no Toural, na última sexta-feira de setembro.

Desta comissão fazem parte 10 pessoas, rapazes entre os 14 e os 20 anos.

 

Durante todo o mês de novembro acontecem as Moinas. São um ensaio em que os estudantes vão a

várias famílias que lhes oferecem o lanche.

 

No dia 29 de novembro faz-se o Pinheiro. É o primeiro número das Nicolinas e o mais conhecido. Serve

para anunciar o início das festas.

A Comissão corta o pinheiro mais alto de uma quinta em Aldão e leva-o para o Cano, onde começa o

desfile.

O pinheiro é puxado por uma junta de bois e atrás vão os nicolinos, velhos e novos, que tocam caixa e bombo, ao ritmo da “Boneca” (uma boneca de trapos, metida num cabo de vassoura).

Os Nicolinos vestem calça preta, camisa branca, lenço tabaqueiro vermelho (preso com uma caixa de

fósforos) e um barrete vermelho e verde.

O cortejo percorre várias ruas da cidade, mostrando frases de crítica social, e termina ao pé da Igreja dos

Santos Passos, onde o pinheiro é erguido. Alguns nicolinos choram ou beijam o pinheiro (se calhar 

porque antes do desfile é tradição os amigos juntarem-se para jantar- rojões e arroz de cabidela- e beber

para “aquecer” a noite fria de novembro).

nicolinas 2.jpg

nicolinas.jpgnicolinas 3.jpg

                                    (fotos gentilmente cedidas pela Guimarães Digital)

O toque do pinheiro

http://www.nicolinos.pt/nicolinas/sons/01-pinheiro.mp3

Pinheiro_Pauta.jpg

 

 

 

29
Nov18

Corpo Humano

Paula

Alguns sites para aprender mais sobre o Corpo Humano.

https://www.smartkids.com.br/jogos-educativos/higiene-bucal-corpo-humano

http://nonio.eses.pt/eusei/passa/jogar.asp?cod_jogos=5897

http://nonio.eses.pt/eusei/passa/jogar.asp?cod_jogos=2676

http://nonio.eses.pt/eusei/passa/jogar.asp?cod_jogos=2467

http://nonio.eses.pt/eusei/passa/jogar.asp?cod_jogos=1197http://nonio.eses.pt/eusei/passa/jogar.asp?cod_jogos=863

http://nonio.eses.pt/eusei/passa/jogar.asp?cod_jogos=754

29
Nov18

Nicolinas

Paula

Na véspera do arranque das Nicolinas e no âmbito do projeto "Pegadas que nos aproximam" que envolve várias escolas, de Portugal e estrangeiras, recebemos hoje a visita da Professora Rosário, que leciona no Agrupamento Francisco de Holanda.

Uma apaixonada pelas tradições vimaranenses que nos deixou também encantados.

Ficamos a saber que as Nicolinas têm mais de 400 anos e são um hino ao amor, com as raparigas como principais destinatários. 

As Nicolinas abrem com o Pinheiro, a anunciar o início das Festas e terminam com o baile, o culminar de dias de corte à meninas. Pelo meio ficam o Pregão, as Roubalheiras, as Novenas, as Posses e o número alto das festas, as Maçãzinhas, em que os rapazes mostram o seu interesse pelas raparigas oferecendo-lhes maçãs, às quais elas retribuem com presentes, caso estejam interessadas.

Será este número que este ano vamos representar na escola no próximo dia 5 de dezembro. Porque é muito importante preservar as tradições de Guimarães.

IMG_20181128_114724.jpg

 

IMG_20181128_115918.jpg

 

27
Nov18

Dia da Não Violência Contra as Mulheres

Paula

O dia 25 de novembro é dedicado à Não Violência Contra as Mulheres.

A data assinala a morte de duas irmãs, em 1960, na Republica Dominicana, às mãos da ditadura daquele país.

Hoje, serve para lembrar todas as mulheres que ainda são vítimas das mais variadas formas de violência, entre elas a violência doméstica ou no namoro.

Para assinalar a data, um grupo de alunos dos cursos de Marketing e de Comércio da Escola Francisco de Holanda percorreu as ruas da cidade com a mensagem "BASTA", aludindo às mulheres vitimas de violência.

Os mesmos alunos entregaram na nossa escola um catavento laranja para assinalar a data, e virão em breve interagir com os nossos alunos, porque a consciência cívica se trabalha desde pequenino.

IMG_20181127_144829.jpg

 

26
Nov18

Contadora de histórias "O Grufalão"

Paula

Para comemorar o aniversário do Duarte, a mãe trouxe hoje à escola uma contadora de histórias que nos contou, de uma forma muito divertida, a história do "Grufalão". Trata-se da aventura de um rato, que com a sua inteligência conseguiu assustar os seus habituais predadores, mostrando que o tamanho e a força não são o mais importante.

IMG_20181126_141542.jpg

 

IMG_20181126_141958.jpg

 

IMG_20181126_142218.jpg

 

IMG_20181126_142221.jpg

A atividade terminou com uma lembrança. Qual paleontólogos que transportam os vestígios dos dinossauros, estivemos a fazer as suas pegadas em pasta de modelar. Para guardar de recordação.

IMG_20181126_145051.jpg

 

IMG_20181126_145147.jpg

 

IMG_20181126_145403.jpg

 

 

23
Nov18

Dia da Floresta Autóctone

Paula

O dia 23 de novembro é o dia da Floresta Autóctone. Trata-se de uma floresta de árvores originárias do próprio território. Neste caso, a floresta autóctone portuguesa, é toda a floresta formada por árvores originárias do nosso país, como é o caso dos carvalhos, dos medronheiros, dos castanheiros, dos loureiros, das azinheiras, dos azereiros, dos sobreiros, entre outros.

As florestas autóctones estão mais adaptadas às condições do solo e do clima do território, por isso são mais resistentes a pragas, doenças, longos períodos de seca ou de chuva intensa, em comparação com espécies introduzidas; ajudam a manter a fertilidade do espaço rural, o equilíbrio biológico das paisagens e a diversidade dos recursos genéticos; são importantes lugares de refúgio e reprodução para um grande número de espécies animais autóctones, muitas delas também em vias de extinção; exercem um importante papel na regulação e melhoria do clima, bem como na absorção do carbono da atmosfera contribuindo para a redução do efeito estufa; regulam a qualidade da água e formam solo. Embora de crescimento mais lento, são normalmente mais resistentes  aos incêndios florestais.

Por essa razão, é uma das nossas preocupação a reflorestação com espécies autóctones. Por isso, voltaremos às granadas de sementes e demos hoje o primeiro passo com a recolha de sementes.

 

IMG_20181123_130119.jpg

 

IMG_20181123_130124.jpg

 

IMG_20181123_130149.jpg

 

IMG_20181123_131111.jpg

 

21
Nov18

Convenção dos Direitos das Crianças

Paula

O dia 20 de novembro de 1989 foi o ano em que foi assinada a Convenção dos Direitos das Crianças.

Para assinalar a data, estivemos a ilustrar os principais direitos, que estão agora em exposição na escola,

disponíveis para a visita dos pais e dos que nos quiserem fazer uma visita. Porque nunca é demais

relembrar que ainda há crianças que não têm os direitos mais básicos.

IMG_20181120_173038.jpg

 

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D